27/03/07

Crimes Rituais/Satanismo

A sociedade, ao longo da sua história, tem registado uma grande quantidade de crimes e homicídios de altíssima crueldade relacionados com crenças religiosas. Devemos pensar nesses crimes sob dois pontos de vista: primeiro, devemos avaliar se estes satisfazem aspectos de uma natureza humana destrutiva, ambiciosa e cruel (vide Estado Natural do Homem de Thomas Hobbes); só depois disso, devemos ver se reflectem uma insanidade que encontrou no fanatismo religioso vazão às fantasias e aos delírios da doença.

O satanismo contemporâneo baseia-se na crença do hedonismo (busca do prazer) e no egoísmo (colocar-se a si próprio acima de todos).

As duas maiores igrejas satânicas existentes nos EUA são a Igreja de Satâ e o Templo de Set.
Apesar de ser difícil obter números e a localização geográfica deste tipo de igreja, estas localizam-se nos EUA, Europa e Austrália, sendo possível encontrar alguns dos seus membros um pouco por toda a parte, excepto na Antárctida.

Os satanistas tradicionais constituem uma rede oculta, secreta e internacional que está activamente ligada a uma variedade de actividades criminosas como o fogo posto, o abuso sexual, o incesto, o sequestro, a pornografia infantil, o assassinato envolvendo mutilação, desmembramento e nalguns casos canibalismo.

Um caso criminal neste domínio é o da Escola McMartin. Em 1984 foram feitas queixas crime pela prática de 208 crimes de abuso sexual de 40 crianças por 7 adultos (2 donos da escola, um filho de um dos donos e 4 professores).Em 1986 o Ministério Público retirou as queixas contra 5 dos adultos mantendo as queixas contra dois deles.

Em 1985, Richard Ramirez, aterrorizou Los Angeles tendo invadido casas, violado, torturado, assassinado e mutilado as suas vitimas, forçando-as a declarar o seu amor a satã. Em 1989 foi considerado culpado de 13 acusações. Neste momento aguarda execução na prisão de San Quentin.

Em 1997, Luke Woodham esfaqueou a sua mãe até à morte, tendo-se deslocado posteriormente até à sua escola e aberto fogo sobre os seus colegas, tendo morto dois e ferido 7 deles.
Woodham fazia parte de um grupo de adolescentes que aderiu ao satanismo, acreditando que o assassínio era um meio para atingir os objectivos do seu sistema de crenças.

Em Itália ocorreu um caso no ano 2000 em que 3 jovens adolescentes assassinaram brutalmente uma freira, depois de terem formado um grupo influenciado pelo músico Marilyn Manson.

Muitos grupos satânicos usaram os acontecimentos do 11 de Setembro como uma oportunidade de recrutar jovens, apelando para as emoções de vingança, desilusão e insegurança.

Lisboa 27 de Março de 2007

Carla Mondim

2 comentários:

Rui Luís Lima disse...

olá JRL e Carla Mondim!
já temos os vossos blogues de poesia nos nossos favoritos, mas viemos aqui hoje ler com atênção este vosso blogue escrito a cinco mãos e ele merece mesmo ser divulgado, vai ser colocado nos nossos favoritos. se os outros três elementos desejarem aparecer no nosso blogue de cinema aqui fica o endereço:

www.paixoesedesejos.blogspot.com

já sabem que todos os dias falamos de um filme diferente.
adoramos filmes de tribunal e ainda ontem estivemos a falar de um dos nossos favoritos o "12 homens em fúria" do Sidney Lumet, com o Henry Fonda no protagonista.
iremos passando por aqui com regularidade.
um bom fim-de semana para o quinteto.
cumprimentos cinematográficos
paula e rui lima

Joviano disse...

Os assassinos e mortes violentas na generalidade são um sinal de pobreza e degradação das condições básicas do ser humano?

Será o modelo de sociedade actual e a educação ou ausência dela um dos factores que contribuem para o aumento da criminalidade violenta?

Serão os movimentos religiosos independentemente da sua natureza e ideologia os verdadeiros responsáveis por esta criminalidade de altíssima crueldade ou estes movimentos serão apenas o rastilho para algo mais vasto e que escapa ao controle dos sociólogos?

A violência e a guerra entra-nos em casa pela televisão todos os dias,
terá efeitos a longo prazo na psique das crianças ?

bjs,
joviano